quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Pra ontem.






Tenho que parar de ser uma pessoa tão difícil. Tentar frear esse ar arrogante de quem comprou a verdade, e não satisfeita, a registrou em cartório. Deixar de ter uma auto-estima facilmente abalável. Aprender a dizer não, e não, isso não é bom, ou se for preciso um ''Vai se ferrar''. Parar de frequentemente marcar e acabar não indo. Tenho que me ajustar com horários e pessoas, por ter sérios problemas com telefone e memória fraca. Não gosto de atender e nem de ligar. Sei muito sobre nada, que coisa mais chata. Controlar minhas mudanças de humor. Parar de frequentemente me achar a mais gorda do pedaço. Tentar ser mais objetiva e racional, de preferência comigo, já que pelo visto sou ótima resolvendo o problema dos outros e péssima com os meus. Sumir com essa tendência a auto-piedade, porque já tá ficando ridículo. Não deixar transparecer o quanto acho o amor brega, mesmo escrevendo/pensando sobre ele na maior parte do meu tempo. Me apegar mais à Deus, e deixar de chorar feito um bebê em casamentos. Não ser tão do contra também está na lista do ''coisas urgentes pra cortar''. Tentar funcionar melhor, principalmente de manhã. Me habituar a usar protetor solar, já que minha pele mostra os sinais do tempo antes dos 30 (o sol me trouxe sardas). Domar as dúvidas, que diga-se de passagem, tenho aos montes. Domar meu cabelo, que tem mostrado mais do que nunca que me odeia. Aprender a ser mais sociável e a sorrir nas fotos. Aprender, em determinadas situações, a ser mais tonelada de sal e menos arroz-doce com canela.

Um comentário:

  1. Quando a gente tem que se ajustar, a lista não para... :(

    ResponderExcluir